Croácia

Em 1991, a Croácia e a Eslovênia declararam independência da Iugoslávia, tradicional escola de futebol da Europa oriental que disputou nove mundiais. Assim, os croatas participaram das copas de 1998, 2002, 2006 e 2014.

A melhor campanha dos croatas aconteceu na estreia em mundiais, em 1998, na França. A seleção se classificou na repescagem, mas terminou a copa na terceira colocação. Na fase de grupos, os croatas perderam para a Argentina (0x1) e venceram a Jamaica (3×1) e Japão (1×0).  Na oitavas-de-final venceu a Romênia (3×1). Nas quartas-de-final, o auge na Copa: vitória sobre a sempre forte Alemanha (3×0).

Os croatas foram eliminados pela França (1×2), que se consagraria campeã sobre o Brasil. A campanha dos croatas ainda teve mais um momento de brilhantismo. Vitória sobre a Holanda (2×1) na disputa do terceiro lugar.

Davor Šuker atuou na Copa de 1998 como atacante, o que lhe rendeu a posição de artilheiro desta edição, é também o maior artilheiro da história da seleção croata. Consequentemente, acabou sendo eleito pela Fifa como o terceiro melhor jogador do mundo naquele ano, dividindo pódio com Zidane e Ronaldo Fenômeno.

A Croácia se classificou na repescagem, eliminando a Grécia. Na Copa, além do talento de Modric, a seleção conta ainda com os gols do grandalhão Mandzukic. Pela seleção, o atacante já balançou as redes 29 vezes em 80 partidas.

Você sabia?

A antiga Iugoslávia foi separada em seis países: Bósnia-Herzegovina, Croácia, Montenegro, República da Macedônia, Sérvia e Eslovênia. Em 1998, a Iugoslávia disputou sua nona e última copa do mundo, simultaneamente a primeira participação da Croácia.

 

Páginas Relacionadas